RSS

Category Archives: Sarajevo

Sarajevo : amor à primeira vista

Saímos de Belgrado cedo, pegamos o ônibus às 8, passamos pelos subúrbios e logo estávamos na highway. Essa era a highway que vai para Zagreb ou Budapeste, então logo viramos à esquerda, na direção sul. A highway então virou estradinha com mão e contra mão, sem acostamento. O ônibus parou 2 vezes para o motorista comprar pimenta e legumes. Nunca tinha visto nada parecido. Depois de quase 4 horas, e apenas 160 kms rodados, finalmente chegamos à fronteira com a Bósnia e Herzegovina. Após os trâmites de praxe, passamos pro outro lado do rio, e a estrada tomou diferentes contornos. Primeiro parecia a Estrada União Indústria, que liga Petrópolis à Itaipava, com um rio de um lado e montanha do outro. Depois ela pareceu a Estrada das Paineiras, na Floresta da Tijuca. Serpenteava no meio da montanha, até passamos por onde no inverno é uma estação de esqui. Na descida, virou uma estrada vicinal, sempre sem acostamento, mas passando por fazendas, e vilazinhas.

Parada do ônibus já na Bósnia e Herzegovina

Parada do ônibus já na Bósnia e Herzegovina

Resumo : foram mais 4 horas de uma paisagem estonteante, até chegarmos à Sarajevo. valeu muito à pena fazermos esta viagem de dia, a paisagem é deslumbrante. O preço a pagar é que para ir neste horário, o ônibus nos deixa na estação Leste de Sarajevo, que fica à 17 kms do centro. Nada que um bom taxi não resolva. Rapidamente chegamos ao nosso hostel.

Não sei se foi sorte ou competência, mas de novo o hostel é excelente. Tudo funciona, tudo limpo, os recepcionistas nos deram todas as informações que queríamos. Basicamente estamoshospedados à 2 quadras da rua principal de pedestres. De cara, vimos a principal igreja católica de Sarajevo. À 50 metros, a igreja ortodoxa. Se anda mais uns 150 metros,demos decara com uma mesquita. Aliás, como a Bósnia e Herzegovina é majoritariamente muçulmana, há centenas de mesquitas na cidade.

Igreja Ortodoxa

Igreja Ortodoxa

Proibido entrar com metralhadora na mesquita!

Proibido entrar com metralhadora na mesquita!

A grande surpresa foi que, além deste monte de atrações, a cidade bombava. Cheia de turistas (muito mais que Ljubljana e Belgrado) e locais, andando pra cima e pra baixo na rua de pedestres, como sentados nos cafés, bares e sorveterias. Como toda boa cidade muçulmana, ha centenas de lojinhas que vendem de tudo, bazares típicos, enfim um movimento e vibração que eu não esperava. O que faz a ignorância.

Vista de Sarajevo, com cemitério muçulmano

Vista de Sarajevo, com cemitério muçulmano

Café típico

Café típico

O lado bom desta ignorância é que ela fez nascer um erdadeiro amor à primeira vista. Já era final de tarde, mas fizemos questão de subir um dos morros que cerca a cidade para vera vista da cidade velha. Fiquei só imaginando como foi na época da guerra, já que a cidade é toda cercada por morros, e ficou sitiada por meses.

Descendo do morro, fomos provar o famoso Cepati, que é uma espécie de mini kafta o pão árabe. Uma delícia!!! Ainda vamos sair hoje, e amanhã temos o dia todo para conhecer melhor esta cidade cheia de vida. Mas o certo é que estamos maravilhados. E pensar que no post inicial eu escrevi que teria sido melhor fazer a viagem invertida, pois o melhor ficaria pro final (a Eslovênia).  Ainda nem chegamos ao meio, e já me arrependi de ter escrito aquilo.

Burek - folheado com carne dentro, uma delicia!

Burek – folheado com carne dentro, uma delicia!

Advertisements
 
Leave a comment

Posted by on September 28, 2013 in Balcans, Bálcãs, Bosnia, Sarajevo