RSS

Category Archives: Malta

Malta – um coquetel de cultura

Bem, para quem está familiarizado com este blog, entende o porquê de eu passar batido por Barcelona. Primeiro que não é perfil de destino de viagens que eu costumo postar, e depois porquê eu fui visitar um amigo, muito mais do que fazer turismo.

Depois de 4 dias por lá, fui para Malta. Ali também foi para visitar um amigo, também por 4 dias. Mas a diferença é que sobre Malta vale fazer alguns comentários. Malta é um destino relativamente pouco conhecido e visitado, e quem não foi ainda está perdendo. É simplesmente um lugar fenomenal. Primeiro pela sua posição estratégica, no meio do Mar Mediterrâneo, e que foi conquistado por todos os tipos de povos e religiões. Por isso seu idioma é uma mistura de vários idiomas, mas foneticamente parece muito com o árabe. Ela é originalmente árabe, e sofreu influência do italiano, siciliano, depois em menor escala do francês e por último do inglês. Como a ilha foi colonizada por vários povos, e os últimos foram os ingleses, a influência inglesa é mais forte, inclusive o inglês também é falado por todos nas ilhas.

Eu falo nas ilhas pois o país é composto por 3 ilhas principais. É pequeno, com população de menos de 400.000 pessoas, mas de uma intensidade cultural imensa. A arquitetura também é uma mescla de mediterrânea com árabe e cristã, e mesmo sendo a terceira visita à ilha, eu sempre me deslumbro com tudo por lá. Enfim, vale muito à pena uma visita, de 3 à 4 dias.

Abaixo algumas fotos. Primeiro de Valletta, a capital, que é tipicamente uma cidade velha, com ruelas, cheia de prédios antigos, e apinhada de turistas. Depois da orla, toda ela cheia de enseadas, cada uma mais bonita do que a outra, destacando Sliema e St. Julians, as mais belas.

DSC05408

Vista de Valletta

DSC05438

Influência cristã

DSC05464

Maltês

DSC05479

Orla de Sliema, parte nobre da ilha

DSC05487

Igreja de St. Julians

Acho que deu pra ter uma aperitivo do que existe por lá. Não deixem de ir.

 

Advertisements
 
Leave a comment

Posted by on July 17, 2017 in Malta

 

Próxima Parada : Islândia

Estive no Equador em fevereiro por uma semana, e agora está chegando a hora das minhas férias oficiais, de 3 semanas. A deliciosa dúvida de sempre : para onde? Normalmente eu me divido entra África, Ásia, América Latina, ou outro local menos desenvolvido, pois são nestes que a gente encontra as pessoas mais simpáticas, receptivas, incluo aí principalmente os locais, mas também os turistas.

Só que desta vez eu tenho um compromisso que eu não quero perder. Faz 25 anos da minha formatura no MBA que fiz na Bélgica, e boa parte da turma que está espalhada por vários continentes vai se encontrar por lá no início de julho. Imperdível. Então meu tour vai terminar na Bélgica. Faltava decidir por onde começar.

A Islândia sempre esteve na minha lista de lugares a conhecer, mas nunca com muita prioridade, talvez pela distância, sei lá. Agora a ficha caiu, e chegou a hora. O Fabricio imediatamente disse que estava dentro, e que iria para uma viagem de trabalho para o Reino Unido. Prefeito! Nos encontraremos em Londres, e pegaremos um voo barato para a Islândia. Quanto ao Leo, não preciso nem dizer que estaria dentro. Então já dava para alugar um carro por uma semana e traçar um roteiro dentro do país.

Só que entre a data de liberação do Fabricio, somando 1 semana na Islândia, ainda sobravam 4 dias livres. O que fazer? Claro, conhecer algum país interessante e diferente. Pesquisei os voos baratos que saem de Londres, e que voltam para a Bélgica, e concluí que o Chipre seria o destino seguinte.

Por ser alta estação, tivemos que reservar hostels antecipadamente, e alugar os carros (na Islândia e no Chipre) também.

Como tenho 3 semanas, e sobrou 1 semana, vou visitar meu amigo Marcos em Barcelona antes, e depois meu amigo Phil em Malta, onde já estive 2 vezes, e é um lugar sensacional.

O fechamento da viagem será em Leuven, na Bélgica, onde comemoro 25 anos de formado na MBA, com meus amigos de toda a parte do mundo.

Malas prontas, embarcando para mais uma.